Gostaria de ajudar a manter o conteúdo do blog gratuito?






 

O termo “Cyberbullying” corresponde às práticas de agressão moral organizadas por grupos, contra uma determinada pessoa e alimentadas via internet. O cyberbullying é o tipo bullying que ocorre usando a tecnologia eletrônica, os meios digitais, sendo incluídos os dispositivos e equipamentos, como telefones celulares, computadores e tablets, bem como ferramentas de comunicação, incluindo sites de redes sociais, mensagens de texto, bate-papo e sites, podendo ocorrer no formato de mensagens de texto significativas ou e-mails, rumores enviados por e-mail ou postados em sites de redes sociais e imagens constrangedoras, vídeos, sites ou perfis falsos.

Com o aumento do uso de redes sociais, esse tipo de prática discriminatória e vexatória tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, sobretudo, entre os jovens. O “cyberbullying” é um assédio moral que corresponde à manifestação de práticas hostis (via tecnologias da informação), desta forma mantém-se o  intuito de ridicularizar, assediar e/ou perseguir alguém de forma exacerbada.

Por meio de leis anti-cyberbullyingque atualmente vigoram, os agressores anônimos podem ser descobertos e processados por calúnia e difamação, sendo obrigados a indenizar a vítima.

Em geral, o cyberbullying é praticado entre adolescentes, mas também ocorre com frequência entre adultos.

 

Características e Consequências do Cyberbullying

Os meios mais comuns de atividade do cyberbullyng são as comunidades virtuais, os e-mails, as redes sociais, os blogs, os celulares, são meios de convivência dos jovens onde eles se expõem publicamente, fazem amigos e trocam ideias. Ocorre mais frequentemente com as pessoas tímidas e indefesas, ou simplesmente por não caírem na simpatia dos tiranos.

Entre adolescentes, jovens e estudantes, esses conflitos são comuns e fazem parte da afirmação da identidade. Pesquisas revelam dados assustadores sobre os ataques por meio da internet, donde um em cada dez jovens já sofreu ataque virtual e apontam que, entre os adolescentes, esse tipo de prática é mais comum nas meninas.

Normalmente, os agressores criam um perfil falso na internet com o objetivo de intimidar e ridicularizar sua vítima, através de montagens de fotos pornográficas com o rosto do agredido, por exemplo. A pessoa que comete o cyberbullying é chamado de “cyberbullie”.

Importante destacar que o “cyberbullying” pode trazer consequências drásticas, como a morte ou suicídio de alguém.

Assim, muitas pessoas enfrentam as consequências de páginas intituladas “Eu odeio fulana”, onde a vítima, na maioria os grupos minoritários (mulheres, negros, homossexuais, etc.), vira alvo de todo tipo de xingamento.

As pessoas agredidas pelo cyberbullying apresentam sintomas bastante similares com os do bullying, como:

  • distúrbio do sono
  • problemas de estômago
  • transtornos alimentares
  • irritabilidade
  • depressão
  • transtornos de ansiedade
  • dor de cabeça
  • falta de apetite
  • pensamentos destrutivos, como desejo de morrer, entre outros.

Como Evitar o Cyberbullying

Para evitar o perigo de manipulação dos jovens na internet, a orientação e vigilância dos pais torna-se muito importante. Isso previne que eles sejam vítimas de agressores que buscam alvos fáceis para praticar suas tiranias.

Algumas práticas simples devem ser observadas, entre elas:

  • Instruí-los a não aceitar convites de estranhos nas redes sociais.
  • Comunicar imediatamente aos pais, caso seja vítima de agressão on-line e denunciá-lo ao site.
  • Evitar que exponham fotos e vídeos pessoais na rede, que possam vir a ser usados para montagens maldosas.
  • Instalar programas que controlem o acesso a determinados sites.
  • Monitorar os sites acessados por meio do histórico do navegador.
  • Dizer que ao se postar comentários ou e-mails agressivos na rede, o responsável poderá ser responsabilizado judicialmente.

Bullying e Cyberbullying

O “bullying” (tirano, bruto) descreve as agressões praticadas de forma contínua às pessoas que, segundo os agressores, não se enquadram nos padrões “normais”.

O “cyberbullying” ou “bullying virtual” é a versão do mesmo fenômeno, o qual se estendeu para as redes sociais.

 

Cyberbullying é crime?

Quando as ofensas, intimidações e agressões on-line envolvem adultos, pode ser entendido como crime de calúnia e/ou difamação e não usamos o termo bullying/cyberbullying. De acordo com o Código Penal: Calúnia (art. 138 do Código Penal); Difamação (art. 139 do Código Penal); Injúria (art. 140 do Código Penal). O Cyberbullying em si não é um tipo penal no Brasil, mas muitas das práticas que o compõem podem ser associadas à condutas ilícitas.

Após se esgotarem as medidas educativas e mediadoras é que se deve considerar, para casos graves, possíveis sanções e punição. Cyberbullying pode ser denunciado e os responsáveis punidos ao ser considerado ato infracional, equivalente aos crimes acima indicados quando envolvem adolescentes a partir dos 12 anos. Tanto os adolescentes quanto os responsáveis legais podem responder na justiça através da Vara da Infância e Juventude, bem como pagar indenizações por danos morais.

 

Denúncia

Para realizar a denúncia você pode acessar o site: http://new.safernet.org.br/denuncie/. Crianças e adolescentes têm atendimento psicológico para contar casos de abuso, preconceito e bullying na rede.

 

Referências / Fontes

https://www.stopbullying.gov/cyberbullying/what-is-it/index.html  acessado em 09 de outubro de 2017.

https://www.significados.com.br/cyberbulliyng/  acessado em 09 de outubro de 2017.

https://www.todamateria.com.br/cyberbullying/  acessado em 09 de outubro de 2017.

http://dialogando.com.br/cyberbullying-e-crime/  acessado em 09 de outubro de 2017.

 

OBS: Todo o material elaborado nesta postagem é baseado exclusivamente nas fontes destacadas acima, certamente ao pesquisar você encontrará o conteúdo como na íntegra.

Veja também:

https://www.facebook.com/digitalforense/

https://periciacomputacional.com/a-internet-nao-e-uma-terra-sem-leis/

https://periciacomputacional.com/direito-digital/

 
Gostaria de ajudar a manter o conteúdo do blog gratuito?